Entrevista sobre a Selena no Jornal Nacional

Exibida no Jornal Nacional em 23 de outubro de 1995, apresentada pelos jornalistas Sérgio Chapelin e Cid Moreira

 Reportagem narrada por Hermano Henning

NOTA: as imagens a seguir constam do vídeo para melhor ilustrar.

 Sérgio Chapelin:

 A revolta de milhões de americanos chega ao fim. É considerada culpada a fã que matou a cantora conhecida como a “madonna” da música hispânica. E neste momento, decidem se ela vai passar o resto da vida atrás das grades.

 – Começa tocando o clipe Amor Phohibido, a partir do refrão –

 Narração de Hermano Henning:

 “Ela era a madonna da música tejana, uma mistura de ritmos latinos com a música pop americana, que floresceu no Texas, em meio aos imigrantes latinos.

Selena Quintanilla-Perez, ou apenas, Selena. – Começa a tocar Como la Flor, que foi apresentada por Selena no Tejano Musica Awards de 1993 – Tinha 23 anos quando foi morta com um tiro de revólver, nas costas, num hotel em Corpus Christi, cidade do Texas.

 O crime abalou uma parte expressiva do país: um mundo americano de língua espanhola; mais de 20 milhões de pessoas.

 Quem matou, foi a presidente do fã-clube de Selena, Yolanda Saldivar. Depois do crime ela ameaçou se suicidar dentro de uma caminhonete; ela dizia chorando e desesperada que tinha sido um acidente. Foi presa, e agora, condenada.

 

 Os advogados de defesa sustentaram que ela tinha arma, um revólver calibre 38 de fabricação brasileira, para se suicidar, e acabou atingindo a cantora.

 Os promotores disseram que foi um crime premeditado: Yolanda gerenciava as boutiques da cantora e foi acusada de ter embolsado US$ 30.000,00 [ Trinta Mil ] dólares indevidamente.

 O julgamento durou duas semanas; e a decisão do júri, foi tomada em duas horas.

 Sérgio Chapelin:

 Os jurados continuam reunidos no Texas; a pena de Yolanda Saldivar será anunciada ainda esta noite.

 Em 25 de outubro de 1995, Sérgio Chapelin noticia em pequena nota do Jornal Nacional que Yolanda Saldivar foi condenada em primeira instância a 30 anos de prisão.

Publicado em Selena | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Neto

Te amo, amor! Muito, de todo coração!

Depois, quando você não estiver aqui do meu lado lendo [rsrs], vou escrever algo para colocar aqui!

| Deixe um comentário

A Terra das Promessas

 

Um Sonho de Liberdade

Um Sonho de Liberdade

E designou a Deus um de seus discípulos, dizendo-lhe: guarde o que te ordeno! Para bem servir-me, será necessário que Me ame, de todo vosso coração, e que ames também a tua missão! Filho, ande pelos meus caminhos – tortuosos, mas te trarão de volta; te perderás, mas me encontrarás.

Sinto que estas inclinado a ouvir-me e a obedecer-me! Todas as Minha Bençãos estão ao teu alcance, longevidade, multiplicação! Não só sobre ti: sobre ti e sobre tua descendência. Escolhes-te Viver, por isso, eu te possuo! Venha, estás na Terra onde tudo é possível – conforme Eu o prometi! A Terra das Promessas!

Te propus ontem: a vida e o bem! A morte, e o mau! Escolhes-te o hoje com sabedoria, do melhor que Eu tenho: e eu te digo: Vivas! E possuas a Terra que te, prometeu Teu Senhor!

Publicado em Fayllor | Deixe um comentário

Compartilhar

Recebi hoje a mensagem que vou postar logo após meus comentários. Aliás, comentários não: homenagem. Dedicatória. Reconhecimento. Hoje pela manhã falei com duas amigas muito amadas, mais que irmãs e, cada uma a seu modo, me pediu um pouco de apoio, de injeção de ânimo e alegria. E justamente hoje, neste dia frio e cinza, estou me sentindo feliz, com aquela vontade louca de querer que todo mundo seja feliz, fique bem com si mesmo, se encontre e possa ter uma vida plena de realizações e felicidade. Algumas pessoas passam a vida procurando agarrar a felicidade. Sei que ainda não tenho nem 30 anos, mas se uma dessas pessoas me perguntasse como encontrar a felicidade, eu lhes diria que basta ir juntando – como numa colcha de retalhos – os pedacinhos dos momentos mais singelos, puros e plenos que temos em nosso dia-a-dia. Alguns de nós ficam esperando conquistas futuras, colocando ai a felicidade desejada´: “só serei feliz quando comprar um carro; só serei feliz quando comprar minha casa ou um anel, uma bolsa”. Felicidade amados não depende de nada, de ninguém para se realizar. Felicidade e alegria é aquele bem-estar constante de ter na consciência tranqüila que se fez tudo o que era necessário e possível fazer, resultando no bem coletivo, sem egoismos e individualismos. A vida é muito disciplinada, nos faz escolher sempre uma coisa de cada vez: a melhor escolha que podemos fazer é sempre o que é necessário fazer e mais dignidade nos trará para a vida. É não esperar que os outros façam algo que nós mesmos temos que realizar – que é chato, que não é prazeroso, mas nos dará tranqüilidade e a sensação de cumprimento do dever.

, desejo que você possa retirar todo o necessário para ti das palavras que te ofereço a seguir. Sei que pensamos diferente algumas vezes, mas justamente por isso é importante analisar o que encontramos de diferente nos outros para concluirmos que muitas coisas, apesar de discordarmos porque sentimos de maneira diferente, vão nos servir em algum momento quando estivermos mais despertos e com uma consciência diferente do que somos hoje. E nunca deixe de contar com esse teu irmãozão que, mesmo distante fisicamente, não deixa de pensar em você nem 1 minuto. Te amo muito Sá e me lembro como se fosse hoje quando 4 anos atrás, exatamente em 31/março-2006 você apareceu no meu outro blog, lembra [rsrsrsrs]. Tantas coisas maravilhosas aconteceram naquele dia, que quando fecho os olhos revivo instantaneamente a felicidade e a alegria que usufrui naqueles dias, e olha que maravilha: você estava presente! Aliás meu amor, nunca deixe de estar, você faz falta demais…

, desejo que você possa estar alerta e receptiva para o que a vida quer lhe ensinar neste momento com todos os acontecimentos. Muitas vezes passamos muito tempo cuidando dos outros, esquecemos de nós mesmos, dos nossos desejos, sonhos e aspirações. Neste momento, é hora de ficar só, voltar-se para si mesma e olhar para dentro. E, nesse mergulho interior, algumas vezes será grato encontrar lembranças de um passado feliz e venturoso, da mesma maneira que deverá ser grato encontrar os dissabores e os sofrimentos para deles retirar as preciosas lições que todos precisamos. Te amo muito minha irmã querida: apesar de ser enrolado, de não estar tão presente o quanto eu gostaria, oro por você, sofro com você, vibro quando sei que está tudo em paz! E é assim que eu quero que você se sinta hoje: em paz!

Felicidade

felicidade 

ESCRITO POR REGINA BRETT, 90 ANOS, CLEVELAND, OHIO

"Para celebrar o envelhecer, uma vez eu escrevi 45 lições que a vida me ensinou. É a coluna mais requisitada que eu já escrevi. Meu taxímetro chegou aos 90 em agosto, então, aqui está a coluna, mais uma vez:

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.
2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo pequeno passo.
3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.
4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais vão. Mantenha contato.
5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês.
6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar.
7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho.
8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele agüenta.
9. Poupe para a aposentadoria, começando com seu primeiro salário.
10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão.
11. Sele a paz com seu passado, para que ele não estrague seu presente.
12. Está tudo bem em seus filhos te verem chorar.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que se trata a jornada deles.
14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, você não deveria estar nele.
15 Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca.
16. Respire bem fundo. Isso acalma a mente.
17. Se desfaça de tudo que não é útil, bonito e prazeroso.
18. O que não te mata, realmente te torna mais forte.
19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de você e mais ninguém.
20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite "não" como resposta.
21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Se prepare bastante; depois, se deixe levar pela maré…
23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém é responsável pela sua felicidade, além de você.
26. Encare cada "chamado" desastre com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo de todos.
29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo.
31. Indepedentemente de a situação ser boa ou ruim, irá mudar.
32. Não se leve tão a sério. Ninguém mais leva…
33. Acredite em milagres.
34. Deus te ama por causa de quem Ele é, não pelo que vc fez ou deixou de fazer.
35. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor dela agora.
36. Envelhecer é melhor do que morrer jovem.
37. Seus filhos só têm uma infância.
38. Tudo o que realmente importa, no final, é que você amou.
39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os
lugares.
40. Se todos jogássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos os de todo mundo, pegaríamos os nossos de volta.
41. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.
42. O melhor está por vir.
43. Não importa como vc se sinta, levante, se vista e apareça.
44. Produza.
45. A vida não vem embrulhada em um laço, mas ainda é um presente "

DIZEM QUE 93% DAS PESSOAS DESCARTAM ESSA MENSAGEM E APENAS 7% A PASSAM ADIANTE. SEJA PARTE DESSES 7% E ENVIE ESSA INJEÇÃO DE AMOR, BEM-ESTAR E FELICIDADE PARA TODOS AQUELES – AMIGOS OU NÃO – QUE VOCÊ ACHA QUE ESTÃO MUITO NECESSITADOS DE ATENÇÃO, CARINHO E AMOR.

Publicado em Pessoais | 2 Comentários

A Sordidez Humana

Olá amados! Desejo que todos estejam muito bem! Acredito que o texto abaixo dispensa meus pobres comentários, mesmo porque estou mudo estes últimos dias, diante do que é capaz de fazer o caráter humano quando está determinado à pequenez mesquinha de só olhar o que há de negativo – como um diabinho à espreita, que além de incentivar o mal, aviva a fogueira interior do orgulho e da presunção – e tentar de todas as formas desvirtuar quem só enxerga e deseja o bem das criaturas. O fanatismo religioso pode ser mortal – aliás, qualquer fanatismo. Leva-nos a extremos que nos torna insensíveis ao bem que o outro faz, a tudo que ele produz – só porque o outro não está fazendo da maneira que achamos ser a correta – e que ninguém afirma que é a real a não ser nosso orgulho e vaidade que o endossa. Sou de opinião que para se fazer o bem é preciso um mover, sair do lugar… para fazer o mal, basta muitas vezes não fazer nada. Por isso, entre aqueles que só fazem o bem aos outros – independente de eu concordar, entender ou aceitar – e entre aqueles que fazem o mal – ainda que não só o mal – prefiro continuar ao lado dos primeiros.

Boa semana a todos!

A sordidez humana

luft1 
"Que lado nosso é esse, feliz diante da desgraça alheia? Quem é esse em nós, que ri quando o outro cai na calçada?"

Ando refletindo sobre nossa capacidade para o mal, a sordidez, a humilhação do outro. A tendência para a morte, não para a vida. Para a destruição, não para a criação. Para a mediocridade confortável, não para a audácia e o fervor que podem ser produtivos. Para a violência demente, não para a conciliação e a humanidade. E vi que isso daria livros e mais livros: se um santo filósofo disse que o ser humano é um anjo montado num porco, eu diria que o porco é desproporcionalmente grande para tal anjo.
Que lado nosso é esse, feliz diante da desgraça alheia? Quem é esse em nós (eu não consigo fazer isso, mas nem por essa razão sou santa), que ri quando o outro cai na calçada? Quem é esse que aguarda a gafe alheia para se divertir? Ou se o outro é traído pela pessoa amada ainda aumenta o conto, exagera, e espalha isso aos quatro ventos – talvez correndo para consolar falsamente o atingido?

O que é essa coisa em nós, que dá mais ouvidos ao comentário maligno do que ao elogio, que sofre com o sucesso alheio e corre para cortar a cabeça de qualquer um, sobretudo próximo, que se destacar um pouco que seja da mediocridade geral? Quem é essa criatura em nós que não tem partido nem conhece lealdade, que ri dos honrados, debocha dos fiéis, mente e inventa para manchar a honra de alguém que está trabalhando pelo bem? Desgostamos tanto do outro que não lhe admitimos a alegria, algum tipo de sucesso ou reconhecimento? Quantas vezes ouvimos comentários como: "Ah, sim, ele tem uma mulher carinhosa, mas eu já soube que ele continua muito galinha". Ou: "Ela conseguiu um bom emprego, deve estar saindo com o chefe ou um assessor dele". Mais ainda: "O filho deles passou de primeira no vestibular, mas parece que…". Outras pérolas: "Ela é bem bonita, mas quanto preenchimento, Botox e quanta lipo…".

Detestamos o bem do outro. O porco em nós exulta e sufoca o anjo, quando conseguimos despertar sobre alguém suspeitas e desconfianças, lançar alguma calúnia ou requentar calúnias que já estavam esquecidas: mas como pode o outro se dar bem, ver seu trabalho reconhecido, ter admiração e aplauso, quando nos refocilamos na nossa nulidade? Nada disso! Queremos provocar sangue, cheirar fezes, causar medo, queremos a fogueira.
Não todos nem sempre. Mas que em nós espreita esse monstro inimaginável e poderoso, ou simplesmente medíocre e covarde, como é a maioria de nós, ah!, espreita. Afia as unhas, palita os dentes, sacode o comprido rabo, ajeita os chifres, lustra os cascos e, quando pode, dá seu bote. Ainda que seja um comentário aparentemente simples e inócuo, uma pequena lembrança pérfida, como dizer "Ah! sim, ele é um médico brilhante, um advogado competente, um político honrado, uma empresária capaz, uma boa mulher, mas eu soube que…", e aí se lança o malcheiroso petardo.
Isso vai bem mais longe do que calúnias e maledicências. Reside e se manifesta explicitamente no assassino que se imola para matar dezenas de inocentes num templo, incluindo entre as vítimas mulheres e crianças… e se dirá que é por idealismo, pela fé, porque seu Deus quis assim, porque terá em compensação o paraíso para si e seus descendentes. É o que acontece tanto no ladrão de tênis quanto no violador de meninas, e no rapaz drogado (ou não) que, para roubar 20 reais ou um celular, mata uma jovem grávida ou um estudante mal saído da adolescência, liquida a pauladas um casal de velhinhos, invade casas e extermina famílias inteiras que dormem.

A sordidez e a morte cochilam em nós, e nem todos conseguem domesticar isso. Ninguém me diga que o criminoso agiu apenas movido pelas circunstâncias, de resto é uma boa pessoa. Ninguém me diga que o caluniador é um bom pai, um filho amoroso, um profissional honesto, e apenas exala seu mortal veneno porque busca a verdade. Ninguém me diga que somos bonzinhos, e só por acaso lançamos o tiro fatal, feito de aço ou expresso em palavras. Ele nasce desse traço de perversão e sordidez que anima o porco, violento ou covarde, e faz chorar o anjo dentro de nós.

Lya Luft é escritora

Publicado em Pessoais | Deixe um comentário

Confio em teu amor

A música abaixo se chama Confio Em Teu Amor; para mim é uma das preferidas do CD A Canção do Amor, do Diante do Trono porque eu tenho cantado e declarado essa canção no meu dia-a-dia. Alguns de vocês sabem que eu passei por uma enfermidade – fisica e espiritual – nos últimos dias e por 20 dias eu tive que parar quase que completamente para poder me recuperar de uma gripe forte, que veio acompanhada de tosse que me tirava o fôlego, febre que minaram minha força de vontade, meu ânimo, e em alguns momentos me fizeram fraquejar; era uma febre em fogo que me queimava e consumia interiormente, porque de origem emocional. Além disso eu tive que sofrer uma micro-cirurgia na boca, tive um problema na minha boca, com os meus dentes; meus amigos amados, conhecidos e mesmo pessoas que quero muito bem, todos abarrotados de problemas, tristezas e decepções, precisando do minimo de carinho e atenção para então reagir e se fortalecer; o tempo frio chegando, prenunciando um inverno espiritual rigoroso e dificil. Foram momentos em que muitas situações dificeis em alguns setores da minha vida – e até ao meu redor – pareciam desabar sobre mim e, num dia de silêncio na minha alma, em momento de profunda meditação eu pude receber do Criador essa canção para me fortalecer, como uma voz me advertindo bem no fundo do meu coração a não esquecer-me de quem eu sou filho e me apontando o caminho a seguir. Hoje estou recuperado, me sentindo ótimo porque as sombras das trevas foram dissipadas e sobrou só – apesar de meio outono – um calor gostoso de um dia azul de verão. Por isso lhes ofereço a música a seguir, porque eu tenho certeza que, em algum momento, a vida poderá utilizá-la para fortalecer os seus momentos, principalmente quando chegarem os dias maus, para não nos deixar esquecer que, apesar de lutas, desafios, não podemos nunca cogitar nos afastarmos da Divindade. Que nosso papai dos céus possa nesta hora ir de encontro a todos que estão lendo estas linhas e estão sofrendo, restaurando a confiança, a segurança que só encontramos no teu amor, Deus! Que assim seja!

Fabio07

Confio Em Teu Amor

Mesmo quando não posso entender
Minhas lágrimas me impedem de te ver
Teus caminhos são mais altos que os meus
Teus mistérios mais profundos do que eu
Te adoro, Senhor
Calo meu coração e me prostro
Te adoro, Senhor
No dia mau quero proclamar
Confio em Teu amor que não mudará
Nem mesmo a morte pode me separar
Do Teu cuidado e proteção
Mesmo quando não te vejo
Sei que a Tua mão me sustenta
Não temerei más notícias
Mesmo no vale da sombra da morte
Comigo Tu estás
(Meu socorro bem presente na angústia)

Publicado em Diante do Trono | Deixe um comentário

Selena

Hoje, exatos 14 anos mi reina partia rumo as mansões celestes, vitima de uma pequenês e incompreensão que até hoje me causa arrepios. Sem querer – melhor, sem PODER – julgar as atitudes e escolhas de ninguém, só posso lamentar profundamente o que levou a assassina a executar a hedionda morte, pensando que poderia acabar com um bom final algo que foi escolhido com base no mal…

Abaixo, um texto que escrevi anos atrás, tentando recompor o última dia de vida de nossa rainha… era, então 31 de Março de 1995…

Era seu último dia de vida, mas ela ainda não sabia. Acordara cedo naquela sexta-feira. Fora dormir bem tarde na noite anterior, e o sono que deveria ter sido repousante, conseguira somente trazer-lhe mais cansaço, sendo sufocante. Levantou-se, pois havia 1 milhão de coisas que deveria fazer e, apesar do desejo de continuar na cama até mais tarde, não se viu em condições de faze-lo, porque se não começasse logo, nunca terminaria. Tomou um banho, mas nem percebia a água que caia, saindo rapidamente do box, vestindo a primeira roupa que encontrou. Uma angústia, algo que não sabia decifrar tomava conta de seu peito, não deixando que pensasse em outra coisa aquela manhã. Pegou o carro e saiu. Na noite interior tivera uma discussão calorosa com a gerente geral de suas empresas, por conta de alguns documentos extraviados, onde a funcionária estava sendo acusada de ter-se apoderado indevidamente deles, cabendo a ela a devolução. Assim, após muita negociação, os mesmo foram entregues. Mas, o que Selena não havia percebido de pronto, era que ainda faltavam alguns documentos, dando pela falta quando já havia chegado em sua casa, após tê-los examinado um a um, tendo se recolhido tarde da noite. Estava parada no farol e pensava como sua vida mudara de alguns dias para cá. A turnê, os shows que viriam, tudo a deixava ansiosa e preocupada. Sorriu para uma criança no carro ao lado, e logo após riu-se de si mesma, pensando: “Bobagem, tudo está muito bem, da forma como têm de estar. Nada vai sair errado”. Partiu, chegando ao Hotel onde estava Yolanda. Cumprimentou os funcionários do hotel que a receberam com sorrisos e mesuras. Dirigiu-se ao quarto à procura de Yolanda, que já a esperava. Yolanda começou a chorar copiosamente, enquanto Selena pedia os documentos da empresa, resolvendo de vez aquele problema. Mas Yolanda não mudava sua atitude. Selena olhava para o relógio impaciente, pois tinha uma nova música para gravar nos estúdios de sua família, com seu irmão A.B. e sua irmã Suzzette, e os sabia extremamente pontuais, e de como ficavam irritados com seus atrasos. Mas, sempre diziam: os atrasos de Selena fazem parte total de seu encanto, ao que ela ria deliciada. Até que, derrepente, Yolanda sacou de um revólver, dizendo que iria se suicidar. Selena apavorou-se, sentiu uma dor forte nas costas, quase a impedindo de respirar, mas acalmou-se. Primeiro conversou com Yolanda, mostrando-lhe a ineficácia de seu ato; mas ela estava louca, não queria ouvir ninguém. Então, entre Yolanda e Selena começou uma luta desesperada, cada qual pela posse da arma, onde Yolanda, conhecendo muito bem a natureza pura de Selena, sabia que ela não permitira um ato como aquele com a vida de um ser humano. Como ela já havia premeditado isso, disparou um tiro, que atingiu certeiro às costas de Selena, varando o seio direito. Selena sentiu sua vista turva, e o sangue lhe corria pelo corpo, sem piedade alguma. Ainda teve tempo de chegar até a recepção do hotel, pedindo socorro, onde os funcionários perguntavam de quem partira o tiro, podendo ainda ouvir de seus lábios: “Yolanda”. Perdeu os sentidos. Sentia-se morrer a cada instante, onde agora estava justificada sua angústia e mal-estar pela manhã. Sentiu que partia a cada minuto, e não queria nem tinha que olhar para trás. Viu, logo adiante, que alguém a esperava com os braços abertos. Não definiu quem era, nem sentiu medo. Sentiu-se reconfortada com aquele olhar ao longe, quando ouviu mentalmente: “Selena, hoje te livrastes de pesados encargos do passado. Aguarda tua libertação, pois ainda estás presa ao cativeiro terreno. Que Deus abençoe sua passagem, e todo o brilho que a acompanha. Logo mais entenderá o porque de tudo”. Sentiu-se reconfortada, e os médicos sentiam que ela somente dormia, mas ainda não estava fora de perigo. A partir de então tudo aconteceu muito depressa. A.B. e seu pai haviam ido almoçar, e justamente quando retornaram, a família já havia sido comunicada do acidente. As ambulâncias vieram, tentando reanimar o corpo, que precisava urgente de uma transfusão de sangue. Mas seu pai, tendo se convertido ainda na adolescência à Testemunha de Jeová, a exemplo de seu pai, não permitiu que ela fosse feita, fazendo com que Selena tivesse morte por esgotamento. Durante dias foi luto total em Corpus Crhist, onde a vida daquelas pessoas fora marcado para sempre, pela revolta e inconformismo. A estrela da alegria e do amor partira. A flor mais bela e mais pura daquele canteiro, arrancada inutilmente, jamais poderia ser admirada novamente. Aquela garota encantante, que com um sorriso conseguia alegrar multidões estava agora ao poder do infinito. Sua voz, sua personalidade, tudo agora era uma veste rota, que o tempo se incumbiria de destruir, no constante processo de transformação da vida.

selena

Sonhando com você [ Dreaming of You ]

Tarde da noite quando o mundo está dormindo
Eu fico acordada e penso em você e eu peço a estrela
Que em algum lugar você esteja pensando em mim também
Porque eu sonharei com você esta noite
Até amanhã eu irei abraçá-lo apertado
E não há lugar melhor no mundo para estar
Do que aqui no meu quarto sonhando sobre você e eu
Eu me pergunto se você me vê e eu me pergunto se você
sabe que eu estou lá (eu estou lá)
Se você olhasse em meus olhos, você veria o que há por dentro?
Você ao menos se importaria?
Eu só quero abraçar você bem perto, mas até agora
Tudo o que tenho são sonhos com você
Então eu espero pelo dia e pela coragem de dizer
O quanto eu amo você
Sim, eu amo
Porque eu sonharei com você esta noite
Até amanhã eu irei abraçá-lo apertado
E não há lugar melhor no mundo para estar
Do que aqui no meu quarto sonhando sobre você e eu
Não consigo parar de pensar em você
Não consigo parar de pensar
Não consigo parar de pensar em você
Tarde da noite quando o mundo está dormindo
Eu fico acordada e penso em você
E eu ainda não acredito que
Você veio até mim e disse
Eu te amo
Eu te amo também
Agora eu vou sonhar como você essa noite
Até amanhã e pelo resto da minha vida
E não há lugar melhor no mundo para estar
Do que aqui no meu quarto sonhando com você para sempre

************************

O vídeo abaixo é triste; mostra um pouco a trágica partida de nossa rainha, e lhe rende uma linda e justa homenagem! Vale a pena assistir, apesar do que guarda de sentimentos…

Publicado em Selena | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário