Não me ensinaste

Para ti mi amor… dondequiera que estés… sinto tua falta, não posso esperar tanto tempo assim… Te amo coração, como sempre, cada dia mais!

amote

Não me ensinaste

Liga-me não importa a hora que eu estou aqui
Entre as quatro paredes do meu quarto
É importante ao menos dizer-te
Que tua aunsência me dói, e não sabes quanto…
Vem, aparece ou somente comunique-se
Que cada hora, é um golpe de desolação
É tão triste e vazio não estar a seu lado

Vem, que minha alma não quer deixar você ir
Que os minutos fazem ver
Que tudo é cinza
E ao redor tudo é medo
e desesperança

Vem, que nunca imaginava como era estar só
Que não é nada fácil quando te derrotam
Não sei o que fazer
Aqui não resta nada
De nada!

Não me ensinaste como estar sem ti
E o que digo a este coração
Se você se foi, então tudo perdi
Por onde começo se tudo se acabou?
Não me ensinaste como estar sem ti
Como te esquecer, se nunca aprendi

Chama-me e devolva-me tudo que um dia fui
Essa loucura de te ver já é obssesão
Quando me invadem estes dias tristes
Sempre recordo minha vida
E como te amo….
Vem, que meu corpo passa te desejando
E meus sentidos se encontam fora de controle
É tão triste e vazio não estar a seu lado

Anúncios

Sobre Fábio Galan

Masculino, 34 anos, solteiro. Resido em Guarulhos, São Paulo - Brasil. Sou Supervisor de Suporte Técnico, do ramo de Tecnologia da Informação.
Esse post foi publicado em Amores. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s